_logo01

Individualidade na vida Conjugal

Individualidade na vida Conjugal 

 

Fabiana de Almeida

CRP 14/08141-8

 

Na vida conjugal precisamos entender que temos que olhar para 3 coisas, o casal, uma pessoa e a outra pessoa, ou seja, a individualidade tem de estar presente!

 

O casal tem que entender que no relacionamento existem duas pessoas, muitas vezes com personalidades diferentes, gostos diferentes, pois cada um vem de uma família com suas culturas, sendo assim o casal que dá espaço para individualidade de cada um é um casal sábio, pois isto contribui para que o relacionamento seja saudável e feliz.

 

É preciso olhar para a individualidade, afinal, foi ela quem os uniu, foi no brilho de cada olhar, de cada gesto, de cada vivência cada um com seu jeito, foi assim que a paixão se instalou e um casal se formou.

 

Um casal quando mantém a individualidade de cada um, podemos dizer ser um casal maduro, contudo, isto exige respeito com o outro e muito diálogo, pois este ajudará no equilíbrio do relacionamento. Isto dependerá dos dois, pois quando se trata de casal é muito subjetivo, pois cada relacionamento é único.

 

Os momentos à dois são tão importantes quanto o momento de cada um, flexibilize isto em sua relação, pois poderá ganhar vários benefícios dentro de seu relacionamento, uma delas é os dois felizes, quando as pessoas do relacionamento estão felizes se faz refletir no casamento em si.

 

Quando eu me conheço, sei quem sou, o que gosto de fazer, o que eu sonho e mantenho isto no relacionamento, caminho para um relacionamento saudável e feliz. Isto impede que eu me molde ao outro, deixando coisas que são agradáveis para mim pelo outro, vivendo a vida do outro e perdendo o meu brilho, me perdendo, entrando em crise e não sabendo mais quem eu sou, consequentemente o outro também vai perdendo seu interesse por mim, pois a pessoa com que ele se apaixonou está perdida.

 

 

Se em seu relacionamento há este espaço para a individualidade com moderação, parabéns, sinal que estão no caminho certo! Mas se você já está em um relacionamento que não se tem este espaço, te deixo algumas dicas abaixo:

– Reserve um tempo só para você, ler, passear, ir às compras, meditar.

– Faça algo que te dê prazer, logo não cobrará tanto seu parceiro, pois a responsabilidade de sua felicidade e bem-estar só depende de você.

– Mantenha suas amizades mesmo após o casamento, se permitam sair com eles sozinhos.

– Mantenha seus gostos por filmes, time de futebol, novelas, comidas, livros…

– Respeitem a individualidade do outro e dialoguem sempre com o que está bom e o que não está bom para você.

 – A Psicoterapia te ajudará no autoconhecimento, ir em busca de sua essência, fortalecer seu relacionamento e a sua autoestima.

 

Lembre-se sempre que você pode mudar seus gostos e hobbies durante sua vida, sem que perca sua essência, pois de acordo com que vamos evoluindo nossos gostos e comportamentos também mudam, o ideal é o casal estar sempre em sintonia, caminhando juntos.

 

Sempre digo que relacionamento é uma construção, onde os dois sempre que achar necessário devem dialogar, o que está bom, o que não está, o que o outro gosta e o que eu gosto, como podemos equilibrar isto? Um relacionamento é uma via de mão dupla onde os dois precisam participar e é aqui que a individualidade se faz presente.

 

A individualidade com moderação fortalece o relacionamento!

 

Psicóloga Fabiana de Almeida – CRP 14/08141-8

Formada desde 2019, pela universidade Unigran Capital,

Trabalho com a abordagem Junguiana, na área de Relacionamento

Atendimento individual e casal

_logo02b

Administrado por Tatiana Perez (CRP 07/26032)
 51 99279-2559 | tatiperez@serterapeutadecasal.com.br