_logo01

A sexualidade na gravidez pode ser prazerosa?

A sexualidade na gravidez pode ser prazerosa? 

 

Leanara Abiorana de Macedo

CRP 15/2889

 

Durante o período da gravidez ocorrem mudanças na vida da mulher não somente biológicas, psicológicas e sociais, mas também sexuais. 

 

Nessa fase é comum o casal ficar com dúvidas que podem influenciar na vida sexual deles. Mas a sexualidade do casal durante a gravidez não precisa ser repleta de receios e inseguranças que possam levar a evitar o contato físico. 

 

A mulher pode usufruir de prazer os nove meses mantendo a vida sexual ativa. Não há impedimento para que sua sexualidade continue satisfatória, a não ser que seja uma gravidez de risco ou ameaça e histórico de aborto. 

 

Se tudo estiver correndo bem com a mamãe e o bebê não há razões para não usufruir do prazer das relações sexuais. A sexualidade é importante porque o desejo sexual do casal permanece, além do mais sexo faz bem para o corpo, é relaxante, satisfatório e aumenta o vínculo e a cumplicidade do casal. 

 

Mas vale ressaltar que não é para toda mulher que essa satisfação continue como antes da gravidez, também pode ocorrer uma variação numa mesma mulher em gravidezes diferentes. E isso depende de vários fatores o mais comum é o emocional, depende de como ela se percebe nesse período, pois com o crescimento da barriga muda sua estética corporal e ela pode ficar com baixa autoestima e não se sentir atraente. É importante buscar orientação para uma melhor compreensão destes sentimentos.

 

Como a cada trimestre ocorrem mudanças, as adaptações são necessárias de acordo com a necessidade do casal, as posições para o coito podem ser feitas sempre respeitando seus próprios limites, caso contrário ela sentirá desconforto e não prazer. 

 

É sempre bom lembrar que sexo não se restringe a penetração o casal pode realizar jogos de sedução e intensificar carícias sendo criativos, mas não esquecendo de sempre respeitar os limites que a gravidez proporciona. É fundamental que o casal entre em harmonia e tenha um bom diálogo onde irão poder expressar suas preferências e fantasias, desta forma o casal pode sim vivenciar muito prazer durante esse período. 

Leanara Abiorana de Macedo – CRP 15/2889

Psicóloga/ Sexóloga

 

Psicóloga Clínica desde 2009. Sexóloga Clínica pelo Centro de sexologia de Brasília (CESEX) desde 2010.  Especialista em Terapia cognitivo comportamental (desde 2010).

 

Contatos: (82) 9 9994-2044  @leanarapsicologa

_logo02b

Administrado por Tatiana Perez (CRP 07/26032)
 51 99279-2559 | tatiperez@serterapeutadecasal.com.br